>

01/04/2015

Sonhos Grandiosos Nos Animes Shounen.

Olá novamente á todos! Espero que todos estejam bem!

O assunto que trago hoje para as nossa nutritiva e benéfica reflexão semanal é:  Os sonhos grandiosos nos animes shounen.









Além das explosões pomposas, da comédia, do companheirismo, das cenas épicas, dos super poderes, da valorização da amizade e das cenas de ação intensas e fluidas, existe outro ponto que a maioria dos animes shounen exploram repetidamente: Sonhos grandiosos que abalam a ordem vigente do universo no qual o protagonista vive.

Reparei que na maioria animes shounen, aquilo que o protagonista sonha, almeja como objetivo de vida e/ ou meta é um propósito que demanda uma longa e extensa caminhada de aperfeiçoamento e comumente, tal sonho é algo que muitas outras pessoas, dentre os quais potenciais rivais e inimigos desejam também.

Creio que um dos propósitos dos animes e mangás Shounen é demonstrar quanto um sonho demanda esforço e determinação para ser alcançado, e que a sua realização depende muito e muito dos velhos clichês do gênero como: Amizade, companheirismo e superação de limites, que rompem as barreiras da realidade em que o personagem vive, demonstrando assim o quanto sonhar grande é poético, transformador e belo e mágico, ainda que sofrido e difícil em diversos momentos.

Todavia, tais narrativas cheias de sonhos tão grandes me trouxeram um pensamento: Será que os sonhos menos competitivos ou menos épicos e que não envolvam ser o melhor em alguma coisa, ou o maior em alguma coisa, não possuem o seu lado belo e interessante também?  Em quase todo shounen o protagonista tem de ser “O mais” e “O melhor”?

Partindo desta linha de raciocínio, estabeleci uma reflexão que  consiste no seguinte aspecto. Talvez, dentre todos os gêneros de animes e de mangás, o shounen é aquele que demonstra de forma mais insistente e direta o quanto o ser humano é um ser competitivo não apenas com os outros, mas também consigo mesmo, pois não basta ser bom em alguma coisa, ou alcançar uma determinada habilidade ou status.

O protagonista precisa ou almeja ser “O Cara” no que quer que faça, precisa ser a referência, o número um, o padrão, o ser inatingível e em muitos casos, o ser lendário que motivará em pessoas das próximas gerações o sonho de superá-lo e tomar-lhe o lugar de glória.

Os parágrafos acima não diferem muito do que a nossa sociedade prega há tempos para todos os seus integrantes:  seja excelente, seja perfeito nos relacionamentos, na carreira profissional e na vida acadêmica e assim você vai ser feliz e realizado.


Desde o clássico Dragon Ball, de Akira Toriyama, passando por outros mangás como Naruto, One Piece, Katekyo Hitman Reborn, Boku No Hero Academia, dentre tantos e tantos outros, percebemos como ponto em comum, que o sonho do protagonista ,sendo ele de caráter voluntário ou forçado por algum contexto  é ser notório, ser alguém que chegou muito longe, ser alguém reconhecido significativamente no mundo em que vive, com ligação a profissão/atividade ou status mais importante dentro do enredo do Anime/Mangá.

Claro que sonhos grandes e que demandam esforços heroicos, não são ruins de serem apreciados em sua construção, desenvolvimento e realização, mas também não seria legal acompanhar um shounen no qual o protagonista  não faz tanta questão assim de ser o centro das atenções ou reconhecido como ponto referencial?

Uma meta de vida mais simples que não seja tão homérica, ou tão complexa... Será que tais histórias também não seriam interessantes e cheias de nuances e situações com as quais os fãs se identifiquem em suas vidas?

Afinal não são todas as pessoas que almejam ser o número um em termos de força,  uma pessoa que desbravou o que tantos outros tentaram e fracassaram. Sonhos que não envolvem o título de campeão, ou o melhor e mais técnico, também possuem a sua magia e os seus devidos graus de esforço, de aprendizado, amizade, superação e de poeticidade.

Não quero aqui dizer de forma alguma, que o gênero shounen não explore mais propósitos de vida  grandes e/ ou épicos, mas uma variação na abordagem do tema cairia muito bem, pois com tantas pessoas, com tantas mentalidades diferentes, existem sim aqueles que alcançam níveis elevados de autorrealização e de felicidade, sendo bons e/ ou razoáveis no que fazem, ou alcançando aquilo que querem, sem necessariamente serem os melhores e mais hábeis perante ao avaliação /Julgamento/ Aprovação de outrem.

Todo o sonho independentemente de sua grandeza ou simplicidade, desde que não destrua os direitos fundamentais de outras pessoas é digno de respeito, de admiração e de incentivo, pois o que são eles senão expressões dos desejos íntimos das humanas almas?






Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Use com respeito! Comentário morfético é comentário apagado!