>

27/10/2015

Minhas Impressões Quanto A Sore Ga Seiyuu.


Olá pessoal! Espero que esteja tudo bem com vocês!

Hoje, eu vim expor as minhas impressões quanto a Sore Ga Seiyuu. Um anime que foi exibido neste ano de 2015, dos meses de Julho a Setembro. Conforme o título sugere, ele fala da vida dos dubladores japoneses, das suas rotinas de trabalho, fascínios, mágoas e possibilidades de realização profissional e pessoal, entre outros temas, em uma atmosfera emocional sutil sem exibir exagero na comédia, nos conflitos dos personagens e também nos seus dramas.







composto por treze episódios, o anime alterna muito bem as suas atenções e desenvolvimento de personagens entre as três personagens centrais da trama: Futaba Ichinose, Ichigo Moesaki e Rin Kohana. Um aspecto positivo, é que apesar dos episódios sempre focarem nas três dubladoras, é possível perceber que o enredo consegue dar uma boa dosagem de atenção as dúvidas e as conquistas de cada uma, o que atribui uma boa dosagem de personalidade e individualidade ás meninas.





Apesar do traço bonitinho e bem colorido, o anime toca em assuntos mais sérios, não esquecendo de criticar os lados não tão bonitos da relação do povo nipônico com o trabalho. É possível perceber em alguns episódios críticas, ainda que leves a aspectos como: O quanto uma jornada de trabalho interfere nos estudos e nas interações sociais... Queimando certas etapas saudáveis da vida de dubladores mais jovens, o quanto a carreira de dublador é um complemento e não um fim para uma qualidade de vida agradável, o quanto esse ramo não é justo, bem como demonstrar que muitas vezes o dublador precisa atuar em mais de um tipo de dublagem para obter a tão sonhada estabilidade profissional.





Apesar do visual fofinho das garotas, é possível perceber que elas não são couraças de virtudes ou pessoas otimistas o tempo todo. O que atribui ainda mais verossimilhança a narrativa e agrega a essas personagens mais complexidade.





Quanto ao caráter didático do anime, essa é outra parte que faz o básico de forma muito bem feita e condizente a proposta da narrativa. As explicações quanto ao ramo da dublagem são feitas pelo bichinho de pelúcia da Futaba e complementadas pelos dubladores mais experientes, o que gera um aprendizado diversificado do ponto de vista teórico e pragmático, bem como do ponto de vista sonoro, O que particularmente me agradou muito.







Em síntese, eu recomendo Sore Ga Seiyuu pela sua coerência, personagens agradáveis e verossímeis, pelo seu caráter didático coeso, além de mostrar que o mundo não é necessariamente colorido, tampouco necessariamente preto e branco.


Sore Ga Seiyuu.
Roteiro: Masumi Asano.
Arte: Kenjiro Hata.
Número de episódios: 13.



Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Use com respeito! Comentário morfético é comentário apagado!